Pages Navigation Menu
Porque você está vendo estes anúncios? Saiba mais



São Paulo tem cerca de 5 mil índios vivendo em aldeias

São Paulo – Existem atualmente cerca de 5 mil indígenas vivendo nas 28 aldeias no estado de São Paulo, de acordo com de Amauri Vieira, chefe de serviço de assistência da Administração Regional da Funai no estado, localizada no município de Bauru. Os povos Guarani, Terena, Kaigang e Krenak estão espalhados em comunidades na região centro-oeste, no Vale do Ribeira, na capital, além do litoral norte e sul.

"Há também índios que moram na capital e trabalham lá, mas não vivem em aldeias nem têm terra definida. É o caso dos Pankararu. São mais de 1.500 índios originários de Pernambuco e que estão na capital há muitos anos", afirmou Vieira. Além dos Pankararu, moram na região metropolitana de São Paulo os Fulniô, Xavante, Xucuru, Xucuru-Kariri e Pankararé.

Ao todo, são 17 mil hectares de terras indígenas no estado. A maior fica na cidade litorânea de Mongaguá. Trata-se da terra Aguapeu, com 4.500 hectares. Mas ainda há situações precárias de demarcação de terra, principalmente na cidade de São Paulo.

"As áreas indígenas na capital são muito pequenas realmente. Os indígenas vivem numa situação difícil, principalmente os Guarani da aldeia Jaraguá, onde há 300 índios com menos de 2 hectares de terra demarcados pela Funai", diz Vieira.

Ele explica que ainda este ano cada uma das três aldeias Guarani na capital passarão por um processo de ampliação do território em 100 hectares. A medida é fruto de uma parceria entre a Funai, os índios e a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) – empresa ligada ao governo estadual.

A população Guarani é a mais populosa do estado. "Apesar da proximidade junto à população urbana, o índio Guarani ainda preserva muito sua cultura", diz Vieira. Historicamente esse povo sempre habitou o litoral brasileiro, do Rio Grande do Sul até o Rio de Janeiro. No entanto, a Funai não tem estimativa sobre o percentual de índios dizimados ao longo dos anos.

"Hoje o que se registra é um crescimento da população indígena. Felizmente isso tem acontecido não só em São Paulo, mas no Brasil inteiro. Já se fala em torno de 470 mil índios que vivem em aldeias em todo em país", conclui Vieira.

  • Luizpereirazeredo

    ola boa tarde representante das aldeias estou prescisando localizar meu filho amos de carvalho azeredo sou pai dele luiz pereira azeredo a faz dez anos que nao a vejo

    • linda123

      tenha fe , que voce acha !!!! Boa Sorte =)

  • Poliana

    Eu gosteii muitoo dessa Históriia. A minha professora passo um trabalho para gente pesquisar o seguinte . Tema : As comunidades índigenas de estado de São Paulo . Esse foi o tema. Ai eu pesquisei aqui no “Google” . Ai eu vi ai eu escolhi este. Primeiro eu li ai eu gostei muito e achei muito igual a o tema do meu “Trabalho” . Ai eu copiei em escrito e levei um “P” . Ai eu gostei Muitoo . !

  • vitoria Santos Olimpio

    nao sei de nada nao

    • Jessé

      Oi sou novato!!!! Do q vcs estão falando????

  • Eliane marysa faitarone

    Os governantes precisam tomar providências urgente para as causas indigenas.

  • http://www.facebook.com/leila.grassi.5 Leila Grassi

    Na Reserva Indígena de Araribá, centro oeste do estado de São Paulo, além das etnias Guarani e Terena, formou uma outra etnia, a Tereguá, registrada por mim na minha dissertação de mestrado defendida em 2004. Segundo a Funai, são indígenas os povos que assim se denominam e os tereguá assim se denominam.

    • fani

      eu sou a layza eu ame e ta e hitoria e muito legal e interesate e os indios e muito legal eu ja fui para a mazona eu e o meu pai e aminha mao um beijo…….

  • http://www.facebook.com/leila.grassi.5 Leila Grassi

    Na Reserva Indígena de Araribá, centro oeste do estado de São Paulo,
    além das etnias Guarani e Terena, formou uma outra etnia, a Tereguá,
    registrada por mim na minha dissertação de mestrado defendida em 2004.
    Segundo a Funai, são indígenas os povos que assim se denominam e os
    tereguá assim se denominam.

  • Otimogeovanne

    Eu li pela primeira vez e pensei que era chato mais eeu li novamente e achei interesate

  • Chuchuzinha Scomparim

    gostei desta historia
    fala assim vou poder responder as provas

  • josy

    ha o texto e muito bom e nunca li auguma  hitoria assiiiiimmmmm

  • allice

    legau

  • gabriel

    muito bom esse saite muito obrigado

  • Daniel

    A sua afirmação, se não for justificada, vale como qualquer xingamento. Explique-se, por favor.

  • laismjoaquim

    isso me ajudou muito no dever de casa

  • rararararararaqrarara

    AMEI PARA TRABALHO “EU LEVEI A+”

  • nana 29

    Obrigada pelo texto além,de,explicar praticamente tudo … Estava precisando de um texto como esse para o meu trabalho de geografia

  • caroliny

    Muito legal me ajudou muito na licao a professora gostou muito

  • daniel

    nao gostei isso e preta

  • Kaylanne Rossim

    eu gostei bastante tem uma explicaçao bem facil de enteder

Adsense
Anúnios (via google adsense)